Segurança nos trabalhos em Altura e Montagem de Andaimes

DESTINATÁRIOS

Todos aqueles que realizam trabalhos em altura, nomeadamente: actividades de construção civil, outras actividades industriais, manutenção e reparação, entre outras; Técnicos de segurança, Responsáveis de Manutenção, trabalhadores que efectuem este tipo de trabalho.

CERTIFICADOS

Será considerada frequência com aproveitamento sempre que o formando obtenha uma classificação final igual ou superior a 10 valores (numa escala de 0 a 20 valores), e tenha registado uma frequência efectiva igual ou superior a 80% da carga horária total do curso.
A frequência com aproveitamento confere ao formando o direito a receber um Certificado de Formação Profissional com uma nota final global resultante da média final da avaliação de todos os instrumentos de avaliação.
O direito ao certificado implica:
– A obtenção de aproveitamento na avaliação contínua;
– A assiduidade ser igual ou superior a 80% do total de horas da ação de formação;
– O comportamento adequado (tendo em atenção os seguintes parâmetros: participação, responsabilidade, relações interpessoais e pontualidade).

EQUIPA FORMATIVA
Formadores Certificados Pedagogicamente pelo IEFP-Instituto de Emprego e Formação Profissional e com vasta experiência na área.

DIREÇÃO PEDAGÓGICA
Dra. Ana Monteiro

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA
Dra. Susana Teixeira

Locais de Formação

1
Segurança em Trabalhos em Altura e Montagem de Andaimes (STAMA)
8 Horas
  1. Tipos de Trabalho em Altura: 
  2. Escadas; 
  3. Andaimes Móveis; 
  4. Andaimes Fixos; 
  5. Andaimes suspensos; 
  6. Postes e torres Metálicas; 
  7. Plataformas suspensas (Cestos); 
  8. Plataformas individuais e móveis; 
  9. Plataformas de trabalho em consola. 
  10. Cordas. 
  11. Normas de Segurança; 
  12. Riscos associados ao trabalho em altura; 
  13. EPI’S e EPC’s 

OBJETIVO GERAL

Dotar os formandos de conhecimentos para a prevenção de riscos relacionados com trabalhos em altura, tendo presente a seguinte legislação aplicável:

  • Portaria nº 101/96, de 3 de Abril – Prescrições mínimas de segurança e saúde nos locais de trabalho dos estaleiros temporários ou móveis;
  • Decreto-Lei nº 50/2005, de 25 de Fevereiro – Prescrições mínimas de segurança e de saúde dos trabalhadores na utilização dos equipamentos;
  • Decreto – Lei nº 273/2003, de 29 de Outubro – Prescrições mínimas de segurança e saúde a aplicar nos estaleiros temporários ou móveis.
  • Directiva n.º 2001/45/CE, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 27 de Junho

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

No final da ação de formação, os formandos deverão ter a capacidade de:

  • Conhecer os critérios e normas a adoptar nos trabalhos em altura;
  • Identificar os equipamentos de protecção individual e colectiva;
  • Definir os procedimentos de segurança segundo o tipo de trabalho em altura.
Adicionar à Lista de Pedidos
Inscrito: 34 estudantes
Duração: 8 Horas
Estrutura Programática: 1
Nível: Iniciante